NetBet Cassino

TCU alerta governo eleito sobre falta de dados de vacinação e de mortes por síndrome pós-Covid-19

Relatório destaca que "isso pode afetar o planejamento das políticas de saúde, em razão do número elevado de possíveis casos"; Ministério da Saúde alega que informação é inverídica

Kenzô Machidada CNN

Ouvir notícia

A equipe de transição de governo eleito recebeu do Tribunal de Contas da União (TCU) um relatório que alerta para a ausência de dados sobre a vacinação contra a Covid-19 na gestão do governo de Jair Bolsonaro (PL). O relatório, ao qual a CNN teve acesso, destaca que “é impossível fazer uma avaliação sobre as metas de imunização no país”.

À CNN, o Ministério da Saúde, por meio de nota, contestou o documento tribunal e disse que “é inverídica a informação de que o relatório do TCU aponte que o Ministério da Saúde não possui informações sobre vacinação contra a Covid-19.

Um dos trechos do documento do TCU informa que “constatou-se não ser possível avaliar o cumprimento das metas de imunização, uma vez que não foram identificados indicadores para cada grupo prioritário e faixa etária indicando a cobertura vacinal”. Outro ponto relatado pelo TCU é que as auditorias feitas no Ministério da Saúde revelaram que a pasta não tem boletins epidemiológicos com dados de morbidade e mortalidade sobre a Síndrome Pós-Covid 19. De acordo com o documento, “isso pode afetar o planejamento das políticas de saúde, em razão do número elevado de possíveis casos”.No relatório, o TCU alega que identificou a impossibilidade de extração de dados dos painéis do Fundo Nacional de Saúde, de forma que seja possível compará-los com outras bases.“Não se ter o conhecimento do quantitativo de possíveis pacientes acometidos por condições pós-Covid-19 compromete o apoio aos entes subnacionais para o enfrentamento da situação, considerando que os recursos destinados podem ficar aquém das necessidades.” explica o relatório.A ausência desses dados, de acordo com os técnicos do TCU, dificulta o avanço no enfrentamento da Síndrome Respiratória Aguda Grave com o avanço em novos campos de vacinação e medicamentos para a melhoria de informação gerencial sobre a pandemia.O relatório do TCU fez também um diagnóstico do Sistema Único de Saúde (SUS) e apontou “indícios de insustentabilidade do modelo atual do SUS que vai exigir um profundo debate sobre o tema por observaram-se evidências desassistência”.Ainda segundo o relatório do TCU, “apesar de o sistema público de saúde brasileiro se propor a ser universal, gratuito e integral, observaram-se evidências de desassistência, assim como uma realidade em que a maior parte dos gastos com saúde possui origem privada”.Confira abaixo a íntegra da nota do Ministério da Saúde.

É inverídica a informação de que o relatório do TCU aponte que o Ministério da Saúde não possui informações sobre vacinação contra a Covid-19. A pasta possui todos os dados relacionados aos vacinados no país, por CPF, incluindo o tipo de vacina administrada, data de administração e doses de reforço. Todas estas informações estão disponíveis aos vacinados por meio do aplicativo ConecteSUS.

No que diz respeito à alegada insustentabilidade do SUS, o TCU corretamente aponta temas de atenção para a sustentabilidade financeira do sistema como, por exemplo, aumento dos gastos em saúde com o envelhecimento da população; inflação dos produtos de saúde; judicialização.

O relatório do TCU já foi analisado pelo Ministério da Saúde que segue disponível para contribuir com o TCU, dentro do relacionamento de alto nível já existente entre as instituições.

Mais Recentes da CNN

google

google

google

google

google

google

google

google

google

google

google

google

google

google

google

google

google

google

google

google

google