NetBet Cassino

Prime Time
seg - sex

Apresentação

Ao vivo
A seguir

    Após vetos de Bolsonaro derrubados, Saúde lança programa para saúde menstrual

    Ministério da Saúde anunciou que vai financiar a distribuição de absorventes para estudantes, mulheres em situação de vulnerabilidade ou detidas Falta de condição financeira para comprar absorventes e de estruturas sanitárias estão entre as causas do problema batizado de pobreza menstrual
    Falta de condição financeira para comprar absorventes e de estruturas sanitárias estão entre as causas do problema batizado de pobreza menstrual Foto: Getty Images

    NetBet Cassino:Emanuelle Leonesda CNN*

    Ouvir notícia

    O Ministério da Saúde anunciou nesta quarta-feira (23) que vai financiar a NetBet Cassino:distribuição de absorventes para estudantes, mulheres em situação de vulnerabilidade ou detidas. A medida atende o que está prevista no Projeto de Lei (PL) 4968, de 2019.

    O texto foi aprovado pelo Congresso em agosto do ano passado e chegou a ter trechos vetados pelo presidente Bolsonaro. O argumento foi de que a distribuição de absorventes para estudantes de baixa renda contrariava o interesse público por não existir “compatibilidade com a autonomia das redes e estabelecimentos de ensino”.Os vetos, no entanto, acabaram derrubados pelos parlamentares em março deste ano. Oito meses depois, vem o lançamento do Programa de Proteção e Promoção à Saúde Menstrual. “O presidente Bolsonaro não podia sancionar a lei, porque não se pode sancionar uma lei que não diz de onde vem o dinheiro. Tenho que dizer aqui para não falarmos que estamos mentindo, esse governo não tem compromisso com a mentira”, disse o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.Ao todo, serão destinado R$ 23 milhões para a distribuição de absorventes ainda neste ano e R$ 140 milhões em 2023. Os valores serão repassados para estados e municípios, que serão os responsáveis pela logística. Unidades Básicas de Saúde (UBS) e escolas públicas devem ser os locais escolhidos para essa distribuição.São 4 milhões de potenciais beneficiárias espalhadas em todos os municípios brasileiros. Fico muito feliz desse empenho alcançar também mulheres em situação de vulnerabilidade social, em situação de rua, as mulheres ribeirinhas. A gente gosta de falar que esse é o pacote de dignidade menstrual, não é pobreza menstrual, mas dignidade menstrual, afirmou Cristiane Britto, ministra da Mulher e dos Diretos Humanos.

    *Estagiária sob supervisão de Maria Mazzei

    Mais Recentes da CNN

    google

    google

    google

    google

    google

    google

    google

    google

    google

    google

    google

    google

    google

    google

    google

    google

    google

    google

    google

    google

    google