NetBet Cassino

Reação de Moraes foi à altura da irresponsabilidade da petição do PL, diz advogado

Advogado Luiz Fernando Pereira, coordenador-geral da Abradep, falou à CNN sobre decisão do presidente do TSE contra PL

NetBet Cassino:Anna Gabriela CostaNetBet Cassino:Jorge Fernando Rodriguesda CNN

em São Paulo
Ouvir notícia

A decisão do NetBet Cassino:ministro Alexandre de Moraes em determinar multa de R$ 22,9 milhões e negar ação do PL, que questionava a legitimidade do resultado do 2º turno das eleições, foi considerada compatível com a “irresponsabilidade” da petição, segundo comentou à CNN o advogado Luiz Fernando Pereira, coordenador-geral da Academia Brasileira de Direito Eleitoral e Político (Abradep).

O advogado ressaltou que prejudica a democracia o fato de o resultado eleitoral ficar sob suspeita por “narrativa desconectada com a realidade”.“Acho que não ha exagero nenhum [na decisão de Moraes]; exagero tem na petição do PL. Levantou questionamentos em relação ao resultado da eleição a partir do nada, uma explicação de dois minutos do ponto de vista técnico desmonta a petição do Partido Liberal”, disse o advogado.

“A reação do ministro Alexandre foi à altura da irresponsabilidade da petição do Partido Liberal”, acrescentou Pereira à CNN.

O presidente do TSE, Alexandre Moraes, indeferiu nesta quarta-feira (23) o pedido do PL para anular o segundo turno das eleições deste ano. Na decisão, o ministro condenou os partidos da coligação de NetBet Cassino:Jair Bolsonaro a pagarem uma multa de R$ 22,9 milhões. Além do PL, a coligação é composta por Progressistas e Republicanos.

“Não tenho nenhuma dúvida que a decisão do ministro Alexandre, monocrática como deveria ser nesse caso, será referendada pelo Tribunal Superior Eleitoral…Esse movimento feito pelo PL é para colocar uma narrativa que coloca em suspeição o resultado eleitoral, e isso repercute na bolha bolsonarista de forma a alimentar os atos antidemocráticos que estão sendo praticados pelo Brasil”, afirmou o advogado Luiz Fernando Pereira.“É legitimo que se proteste pelo resultado eleitoral, agora você não pode questioná-lo a partir de dados irracionais do ponto de vista técnico, como fez o Partido Liberal”, incluiu.Em nota, o PL afirmou que sua assessoria do partido vai analisar a decisão de Moraes.“O PL já acionou a assessoria jurídica que vai analisar a decisão do TSE. O partido reitera que apenas seguiu o que prevê o artigo 51 da Lei Eleitoral que obriga as legendas a realizar uma fiscalização do processo eleitoral.”
Mais Recentes da CNN

google

google

google

google

google

google

google

google

google

google

google

google

google

google

google

google

google

google

google

google

google